• Fantastic Beasts: The Secrets of Dumbledore

    Fantastic Beasts: The Secrets of Dumbledore

    ★★½

    [PT] Como é frustrante ver, pelo segundo filme consecutivo, um roteiro mal escrito estragar o potencial imensurável do universo Harry Potter.

  • Doctor Strange in the Multiverse of Madness

    Doctor Strange in the Multiverse of Madness

    ★★★★

    [PT] Este filme, em termos de qualidade, me lembrou muito Star Wars VIII. O roteiro tem problemas claros e impossíveis de se ignorar, mas a obra completa possui acertos tão grandes que, para mim, a experiência final foi bem positiva.

    O uso de elementos psicodélicos é ainda mais criativo do que no primeiro filme e o flerte com o terror é incrivelmente bem-vindo, sobretudo em uma categoria de filmes saturada como os de super-heróis. As escolhas narrativas em relação à…

  • Cowboy Bebop

    Cowboy Bebop

    ★★★★½

    [PT] A série é um noir-western de ficção científica. São episódios semi-independentes que se passam em um universo futurista extremamente criativo.

    A trilha sonora é incrível, sobretudo quando pontua a ação com um jazz melancólico. As tramas são envolventes, cheias de referências, e os personagens possuem uma dinâmica de grupo maravilhosa. Além de tudo isso, a história é temperada por algumas breves, mas bem-vindas, abordagens temáticas sobre família, propósito e solidão.

    Cowboy Beebop é uma aventura musical e criativa que garante um bom entretenimento e, quando menos se espera, momentos cheios de emoção.

  • Her

    Her

    ★★★★★

    [PT] Tão lindo quanto brilhante.

  • Scream

    Scream

    ★★★½

    [PT] A franquia Pânico tira suas forças de duas características: a homenagem metalinguística ao cinema "slasher" e a mistura de filmes desse gênero com uma clássica história de mistério "who done it". No quinto filme da franquia, felizmente os realizadores souberam compreender essas qualidades e atualizá-las da maneira correta.

    Os diálogos metalinguísticos são divertidos e estão lotados de referências ao cinem de terror contemporâneo e eles são tão frequentes que me encontrei procurando metáforas até em conversas comuns entre os…

  • The Bourne Supremacy

    The Bourne Supremacy

    ★★★½

    [PT] Um roteiro sucinto e com poucas falhas, que sabe entregar o essencial para um bom filme de ação e espionagem. Nada está sobrando, tudo é direto ao ponto e nem por isso deixa de presentear o público com boas intrigas e surpreendentes viradas.

    A fórmula do primeiro longa se repete: ritmo frenético, tom de urgência e cenas eletrizantes pontuadas por uma trilha sonora de constante perigo.

    Infelizmente o novo diretor não sabe repetir os acertos de seu antecessor e…

  • Spider-Man: No Way Home

    Spider-Man: No Way Home

    ★★★★½

    [PT] Eu sinto que o primeiro Vingadores envelheceu de tal forma que a história boa, mas não excepcional, fez parte dos fãs esquecer do sentimento mágico de ver em tela a concepção de um projeto extremamente ambicioso. Com este filme, imagino que o mesmo está por vir.

    O roteiro tinha a missão de continuar um filme anterior, abrir portas para futuros, respeitar o universo compartilhado e agradar a uma expectativa gigantesca dos fãs. Dentro de todas essas exigências, creio que…

  • Enemy

    Enemy

    ★★★½

    [PT] Com uma premissa dessas, Villeneuve na direção, Gyllenhaal como protagonista e A24 na produção, o interesse pelo filme é automático. Na prática, porém, os desdobramentos da premissa se esticam de forma arrastada e o ritmo lento, embora combine com a proposta, se torna cansativo.

    Gosto quando metáforas desafiam o espectador a entender o filme, mas quando entendemos o significado simples por trás de algumas delas, parecem mais uma complexificação gratuita do que uma forma madura de se construir a…

  • Last Night in Soho

    Last Night in Soho

    ★★★★

    [PT] A esta altura, ninguém precisa dizer que Edgar Wright sabe fazee um filme com estilo. Sua criatividade para cinematografia (aqui muito inspirada nos filmes Giallos) e suas ótimas escolhas musicais voltam a dar as caras em Last Night in Soho, que nos presenteia com cenas de encher os olhos e agradar os ouvidos.

    Por outro lado, essa sensibilidade não se estende ao roteiro, que sustenta bem o tom de intriga e cativa o interesse do público, mas se conclui…

  • There Will Be Blood

    There Will Be Blood

    ★★★★★

    [PT] O longa é um riquíssimo e surpreendente estudo de personagem, que traduz em seu protagonista ambíguo o poder corrosivo das ambições e frustrações humanas.

    Daniel é um personagem fascinante, repleto de camadas e contradições. Assim como o petróleo escondido sob a terra, as informações sobre ele vem à tona em momentos repentinos, perfurados por uma trama perspicaz que nos prende do começo ao fim.

    Não bastasse isso, os diálogos inspirados, as atuações brilhantes e as diversas metáforas (religiosas, sonoras, imagéticas, etc) criam aquelas raras experiências que quanto mais se pensa a respeito, mais se aprecia.

  • Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings

    Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings

    ★★★½

    [PT] Um filme visualmente impressionante, com cenas de ação bem coreografadas e conceitos inventivos. Os personagens têm carisma e as atuações agradam. Porém, a trama que une tudo isso é pouquíssimo inspirada, guiada por um vilão com motivações pouco convincentes e intercortada por um drama familiar que nunca recebe a atenção necessária para criar uma conexão emocional com o público.

  • Dune

    Dune

    ★★★★

    [PT] Duna é uma belíssima porta de entrada para um universo muito interessante, construído com uma ótima dosagem de exposição e inspiração visual. O talento de Villeneuve para fisgar a atenção do público, somado a um elenco cheio de grandes nomes e a uma trama que mescla com eficácia sci-fi, drama político e ação deixam um delicioso gosto de "quero mais".

    O ritmo se torna um pouco pesaroso no terceiro ato, a construção de mundo não deixa grande espaço para o desenvolvimento de personagens e a necessidade de uma continuação é inquestionável. Ainda assim, a experiência é sólida e vale a pena.