Black Panther

Black Panther ★★★★½

Deliciosamente decente em todos os aspectos que o constituem 'filminho de heroi' e ainda sim, honesto e puro em todos os aspectos que o constituem um filme político. Dá pra notar o cuidado e carinho que um diretor negro tem com as personas de cor, evitando e subvertendo os principais esteriótipos que infelizmente acabam se repetindo, mesmo com a intenção de evitá-los quando o diretor está alheio a essa sensibilidade. Um elenco que traz vida a obra, evita qualquer comentário mal intencionado sobre competência, no infinito debate sobre a representatividade. Um pouco mais light do que de fato seria sem a mão da produtora, mas ainda sim, toca em feridas e traz ao universo Marvel a dimensão de realidade que aborda preconceito e desigualdade. Isso tudo sem subjulgar o coletivo negro à miséria, como em tantos filmes. Uma injeção de auto estima, faz uma criança quase sem nenhum exemplo de protagonismo se ver como semelhante da realeza, não importando a balbúrdia que se segue na internet acerca desse gesto tão lindo. Um filme que nas mãos de um qualquer teria tudo pra ter figuras bestiais lutando como mandigos por puro entretenimento vazio, mas que ao invés disso, traz um choque de realidades, um intelectual nascido no tormento típico de sua classe, lutando com um protagonista representante excepcional do seu povo, mas nem por isso carente de profundidade, fraquezas ou sentimentos. Sim, um sucesso comercial, e justamente por isso ainda mais divino, pois mostra como é possivel fazer blockbusters que nos representem em essencia, com respeito, e o quanto o mundo quer isso.